Oiii meus amores! Esse post vai para a gravidinhas de plantão! Amo esses assuntos relacionando atividade física e gravidez, pretendo (lá na frente) me inspirar muito nesses textos! ❤️❤️

Espero que vocês curtam! É um texto breve e de fácil entendimento, do nosso querido parceiro e educador físico Leonardo Matta!

 

Texto por @leonardomatta2
• • •
Informação para os pais e mães . A programação metabólica é definida por alguns estudiosos como a influência que o ambiente gestacional tem sobre efeitos permanentes na estrutura, fisiologia e no metabolismo do bebê ao desde a sua formação como feto até a vida adulta.

Estudos recentemente publicado na American Journal of Physiology reforçam a idéia que os fatores externos (dieta, nível de atividade física, estresse e outros) podem modificar a homeostase do feto, por consequência das modificações dietéticas e fisiológicas da mãe.
.
Mas qual a relação da gestação, exercício e saúde da criança?
.
IMPORTANTE: Os 3 primeiros meses não se deve exercitar (AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE).

-⏩Segundo Hui AL, 2014, fatores como o estresse, exposição a substâncias tóxicas, alimentação inadequada e descontrole hormonal durante a gestação podem comprometer ou alterar o desenvolvimento fetal e elevando o risco de doenças na idade adulta.

-⏩Sendo assim  foi examinado a associação entre o exercício físico durante a gravidez e o cumprimento das recomendações de ganho de peso gestacional. As mulheres participaram de exercícios físicos antes e durante a gravidez, incluindo o número de meses e tipos de exercício.  Cerca de um terço (31,9%) das mulheres relataram exercer ≥3 vezes por semana, em qualquer momento durante a gravidez.

-⏩Em comparação com as mulheres que não relataram esse nível de exercício durante a gravidez, as mulheres exerçam eram mais propensos a atender às recomendações de ganho de peso gestacional (32,7 versus 18,7%) e tinham uma menor chance de excesso de ganho de peso gestacional.

-⏩As mulheres que se exercitaram ≥3 vezes por semana, durante 6-9 meses durante a gravidez tiveram menores chances de ganho de peso gestacional excessivo.

CONCLUSÃO
.
Os resultados reforçam a necessidade de promover ou aumentar o exercício durante a gravidez para reduzir a elevada proporção de mulheres que estão ganhando peso excessivo e comprometendo a saúde de seus bebês.
.
– Hui AL, 2014 e Harris ST, 2014
.Parabéns @gentilfernanda e @bellafalconi
.
Por @LEONARDOMATTA2
.

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe um comentário